Rafael Medeiros Da Redação

Balbino José Cortez Neto, de 62 anos, foi morto pelo próprio irmão com uma enxadada na cabeça. O crime ocorreu  volta das 00h50 na madrugada desta quinta-feira (6), em um local abandonado no centro de Várzea Grande.

Balbino teria entrado em discussão com o irmão, identificado como Gonçalo Fernandes Cortez, de 50 anos. De acordo com a polícia Baldino pegou uma enxada para agredir o irmão, no entanto no “calor” da briga Gonçalo tomou a enxada e deu um golpe fatal na cabeça do irmão.

A vítima chegou a ser socorrida e encaminhados ao Pronto Socorro de Várzea Grande. Porém não resistiu e morreu.

O suspeito Gonçalo também foi encaminhado com ferimentos ao PS.

Equipes da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) foi acionada para fazer a liberação do corpo.

O caso será apurado e investigado pela Polícia Civil.

Homem é sequestrado e executado com vários tiros em Várzea Grande

Um rapaz identificado como Gerson Henrique da Silva Cruz, de 26 anos, foi assassinado na tarde desta quarta-feira (05), no bairro Santa Luzia, em Várzea Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, o crime ocorreu por volta das 15h40, no meio da rua.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao local encontrou o rapaz ensanguentado no chão. Uma equipe do Serviço de Atendimento de Urgência (Samu) constatou a morte do rapaz.

Testemunhas relataram terem visto Gerson saindo correndo de uma picape branca, com as mãos amarradas, e na sequência dos elementos correndo atrás dele e efetuando diversos disparos. A suspeita é que ele teria aproveitado momento de distração dos criminosos para fugir, mas acabou sendo morto.

Conforme o boletim, Gerson foi atingido no braço e na cabeça. Um familiar relatou que ele era usuário de drogas e que possivelmente o crime estaria ligado a dívidas com o tráfico.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) se encaminha para o local em busca da coleta de dados.

O corpo será encaminhado para necropsia no Instituto de Medicina Legal (IML).

Em diligências, a PM localizou a picape em uma estrada de chão já no final da avenida 31 de março. Os criminosos, entretanto, fugiram sem deixar pistas do paradeiro.

No Banner to display

Os comentários estão fechados.