Gestores interessados em participar do curso de Especialização em Desenvolvimento Local e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável podem se inscrever até 22 de outubro. A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) prorrogou as inscrições para o processo seletivo, que vai ofertar 100 vagas, distribuídas regionalmente entre Nordeste (36 vagas), Sudeste (31 vagas), Sul (15 vagas), Centro-Oeste (7 vagas) e Norte (11 vagas).

O curso é ofertado pela Enap sem ônus para os servidores ou para os órgãos aos quais estão vinculados. O aluno só precisa estar em Brasília (DF) para as aulas de cada bloco. As datas prováveis para o início e término são: 19 de novembro a 14 de dezembro de 2018 (bloco 1); e 11 de março a 26 de abril de 2019 (bloco 2). Aos selecionados será oferecido ainda auxílio financeiro no valor total e único de R$ 2.000,00 e hospedagem no alojamento da Enap durante o período das aulas presenciais.

Segundo a instituição, o curso tem como público-alvo servidores públicos do poder Executivo municipal ou distrital que estejam em exercício: servidores municipais/distritais efetivos ou comissionados da administração direta ou indireta; empregados públicos municipais/distritais da administração direta ou indireta; servidores ou empregados de consórcios municipais (ou cedidos a consórcios municipais).

A formação objetiva aprimorar a elaboração de políticas públicas e, consequentemente, a gestão pública, no que diz respeito às estratégias de desenvolvimento local que dialoguem com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos no âmbito da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas. Ao ofertar o curso, a Enap espera contribuir para a ampliação das capacidades dos Municípios brasileiros e de suas equipes.

Para ingresso, o candidato deverá ser aprovado em processo seletivo, dentro do número de vagas ofertadas, que contempla as seguintes etapas: habilitação do candidato; análise e avaliação curricular; e análise e avaliação da carta de intenções.

O programa conta com a parceria do Ministério de Direitos Humanos, da Secretaria de Governo da Presidência da República, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), do Instituto República, da Fundação Lemann, do Instituto Humanize, da Fundação Brava, da Comunitas e do Banco de Desenvolvimento da América Latina.

Confira o edital de abertura e o edital de retificação.

Inscreva-se.

Crédito: Agência CNM

No Banner to display

Os comentários estão fechados.