Rafael Medeiros Da Redação

Paulo Barreto de 44 anos foi preso pela polícia civil, na tarde desta quarta-feira em uma oficina localizada na região central da cidade.

O CASO

Inicialmente A PM recebeu uma denúncia via 190 no qual um homem de 44 anos havia abusado sexualmente da sua filha menor de 12 anos, os policiais se dirigiram até o local citado e localizaram o suspeito no interior da Oficina. A menor e a mãe estavam na residência no fundo do estabelecimento, a vítima confirmou que foi assediada e abusada sexualmente por seu pai e que receberia em troca um par de patins.

A menina também disse que tinha chegado da escola e ao trocar de roupa em seu quarto foi surpreendida por seu pai que abusou sexualmente dela havendo penetração e ejaculação e em seguida disse pra não contar pra ninguém o que tinha ocorrido e se caso viesse engravidar era pra ser feito o aborto.

A vítima ficou constrangida e com medo devido às ameaças do pai, passou 15 dias aproximadamente ai então a vítima resolveu contar a mãe o abuso sofrido. Em conversas com as outras duas filhas do suspeito, uma de 16 e 17 anos, ambas relataram que sofreram assédio sexual anos anteriores e sempre tiveram medo e eram ameaçadas frequentemente pelo próprio pai.

As vítimas foram acompanhadas pela mãe até a Polícia Militar, onde foi feito o registro de ocorrência. O suspeito foi conduzido e algemado para Delegacia para procedimentos.

No Banner to display

Os comentários estão fechados.