Principal força do curling, com dez medalhas conquistadas ao longo da história (cinco de ouro), o Canadá comprovou a supremacia na modalidade nesta terça-feira (13), ao conquistar a primeira medalha de ouro em duplas mistas da história das Olimpíadas de Inverno. A parceria formada por Kaittlyn Lawes e John Morris derrotou na final a dupla da Suíça, composta por Jenny Perret e Martin Rios por 10 a 3, pelos Jogos de PyeongChang, na Coreia do Sul.

A campanha canadense só não foi perfeita por conta de um tropeço na estreia, quando sofreu uma inesperada derrota para a Noruega por 9 a 6. Depois, houve uma sequência de seis vitórias consecutivas e o primeira lugar na classificação geral.

Na semifinal, veio a chance de dar o troco nos noruegueses, batidos nesta segunda-feira (12) por 8 a 4. A Suíça, que na primeira fase levou um 7 a 2 do Canadá, conseguiu equilibrar a partida apenas até o segundo end (período). Depois, viu a dupla canadense abrir uma boa vantagem no marcador. No sexto end, quando o placar marcava 10 a 3, os suíços reconheceram a derrota e desistiram de disputar os dois períodos restantes.

Primeiro doping

O patinador japonês Key Saito se tornou o primeiro atleta a ser pego no exame antidoping nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, segundo informou a Divisão Antidoping da Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Em comunicado, o CAS informou que o exame de Kei Saito, que participa da prova de patinação de velocidade em pista curta, deu positivo em controle fora da competição por diurético de acetazolamida, por isso que foi suspenso provisoriamente. Saito aceitou voluntariamente a suspensão provisória e deixou a Vila Olímpica.

(Com EFE)

Crédito: Veja

No Banner to display

Os comentários estão fechados.