Em 24h, PM prende 10 por porte ilegal e apreende oito armas de fogo

Alecy Alves | Secom-MT 

Em 24 horas, entre sábado e domingo (06 e 07), a Polícia Militar prendeu 10 pessoas por porte ilegal e apreendeu oito armas de fogo, além de dois simulacros (imitação de arma).

As prisões aconteceram em diferentes cidades, em Vera (460 km de Cuiabá), chamou a atenção da polícia militar uma jovem de 18 anos que carregava na cintura um revólver calibre 22 com seis munições.

A prisão dela foi feita neste domingo (07), na Avenida Guatemala, área central. A mulher estava em um veículo modelo Gol em companhia de dois homens, sendo um deles um adolescente de 16 anos.

Os policiais que faziam rondas decidiram abordar o veículo e acabaram encontrando as armas. A checagem dos nomes dos ocupantes não apontou mandado de prisão nem passagens criminais, mas os três foram entregues na delegacia por causa da arma encontrada.

Em Cuiabá, policiais da Companhia de PM do bairro Jardim Vitória prenderam dois homens, E.E.F., 46, e E.S.R., 20 anos, e com eles apreenderam um revólver 32 com cinco munições intactas e uma picotada.

As prisões aconteceram no bairro Novo Paraíso, na tarde deste sábado (06). A arma estava com o rapaz de 20 anos, mas foi o outro suspeito quem não gostou da abordagem policial e passou a desacatar os policiais. Ele reagiu à prisão, mas acabou sendo contido e encaminhado ao plantão da PJC.

Em Lucas do Rio Verde (a 335 km), foi feita, na noite de domingo (07), a prisão de um rapaz de 19 anos, M.S.R., que portava uma pistola Bersa 380 e tinha sob seu poder também 15 munições do calibre da mesma arma apreendida.

A informação recebida pela PM local era de que essa arma seria de um traficante e foi repassada para o rapaz que a portava. Ao perceber a aproximação dos policiais do Grupo de Apoio (GAP) e suspeitar que seguiam na direção dele, o suspeito invadiu um bar e tentou fugir pelos fundos, porém acabou sendo preso poucos metros depois.

Na madrugada deste domingo (07), durante Operação Lei Seca da PM PRF realizava no ‘Porto do Baé’, em Barra do Garças (509 km de Cuiabá), policiais foram sobre a presença de um homem arma em um bar próximo a blitz.

Uma equipe de policiais foi até o local, porém o suspeito fugiu. Ele, L.F.S.,19, não respeitou a ordem de parada empreendeu fuga, ignorando os sinais sonoros e pedidos para que parasse. E um determinado ponto ele colocou a mão na cintura como se fosse sacar para atirar, mas acabou sendo baleado na perna e detido.

Já em Rondonópolis (215 km), H.M.S.J., 35 anos, terminou detido por porte ilegal de arma no bairro Sagrada Família. A prisão foi na noite de sábado (06), por volta das 22h30. Ele estava sob uma árvore, na frente de um restaurante, e próximo dele havia a arma.

O homem se identificou como segurança do restaurante e disse que usava a arma em seu trabalho, mesmo sabendo da proibição do porte de arma de fogo.

Na Vila Operária, em Rondonópolis, no final da tarde de sábado, policiais da Força Tática do 4º Comando Regional prenderam um homem de 25 anos com dois simulacros de arma de fogo. Ele tentou fugir, mais os PMs o cercaram e encontraram na mochila dele as imitações comumente usadas na prática de roubo.

Nenhuma dessas armas citadas estavam diretamente vinculadas à pratica de crimes quando foram apreendidas. Eram portadas sob alegações diversas, entre as quais uso no trabalho e para proteção pessoal e familiar.

Outras três armas, revólveres, vinculadas à pratica de atos criminosos, roubos a pessoas e de veículos,  no mesmo período foram apreendidas em Rondonópolis, Cuiabá e Sinop.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *