5 dicas essenciais para quem vai viajar

  1. Viagem de carro:  É importantíssimo saber qual é o estado do automóvel antes de pegar a estrada.  A manutenção preventiva evita colocar a vida de todos em risco e não se resume à checagem de óleo e pneus em cima da hora. Hoje, existem no mercado dispositivos como o Engie que mostra se há problemas no motor, na bateria, na eficiência do combustível ou outros tipos de falhas. Além disso, ajuda a encontrar oficinas mecânicas próximas pelo aplicativo para celular — ideal para quem viaja e não conhece os mecânicos da cidade. O produto é vendido pelo site https://engieapp.com/pt e o app está disponível para download na App Store e no Google Play.

  1. Kit de primeiros socorros e remédios: O kit pode variar de acordo com as condições e o clima. O ideal é levar a quantidade de medicamentos para cobrir um pouco além do tempo de viagem, porque imprevistos sempre podem acontecer.

    1. Kit básico: No caso de viajar para uma área com farmácias e produtos de fácil acesso, o kit pode ser mais simples, como um bom protetor solar, repelente de insetos, termômetro, antitérmicos, analgésicos simples etc.Kit completo: Se a viagem for para áreas mais remotas, é melhor consultar um médico para indicação de produtos necessários, como antibióticos, repositor de flora intestinal, antialérgico, laxante ou comprimidos de purificação de água etc.

  1. Pedágios e gastos com combustível: É muito importante saber o quanto você irá gastar com pedágios, lembrando que nem todas aceitam cartão e só recebem o pagamento em espécie. Se não tiver dinheiro suficiente, algumas concessionárias emitem boleto para pagamento no banco ou aplicam até multa. Para que isso não ocorra, recomendamos checar o site Tarifas de Pedágio  Ele traça a rota, indica a quantidade de pedágios e os valores a serem pagos, divide o valor pela quantidade de pessoas no carro, mostra a duração e a quilometragem da viagem, além de dar uma estimativa de quanto combustível vai precisar.

  1. Verifique as leis de trânsito de cada país: Se sua viagem começa no Brasil e vai até países vizinhos, é bom checar as leis de trânsito e o que pode e o que não pode ser feito quando o assunto é direção. As regras podem ser até semelhantes, mas não querem dizer que são iguais — e ninguém quer ser parado por um policial em outro país.

  1. Número de emergência em mão:  Além dos números básicos de emergência como polícia, bombeiro e ambulância, tenha em mãos os contatos do seguro do automóvel, que em caso de acidentes pode dar suporte até mesmo com o transporte de volta. Além disso, mantenha na carteira anotações sobre o seu tipo sanguíneo e se é alérgico a algum remédio. Esses dados podem lhe ajudar em caso de emergências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *