Mauro Carvalho afirma diz que vai fazer politica e não ”politicagem”

DA REDAÇÃO

Durante o encontro entre gestores, prefeitos e secretariado, na abertura do Fórum Governo e Prefeitura, realizado em um dos auditórios do SENAI, em Cuiabá nesta quinta-feira (4), esteve presente o então secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. Juntos aos mais de 100 gestores municipais

Dentre os vários tópicos tratados no encontro, o então secretario, falou sobre  que apresenta um ótimo desenvolvimento em sua gestão de transparência pública, responsabilidade e determinação de todo o secretariado. “Não esperem desse Governo promessas fáceis, que com certeza não serão cumpridas. Vamos fazer política sim, mas não politicagem. Os nossos prefeitos podem contar, por parte do Governo, com a responsabilidade pública em suas atitudes e com franqueza, transparência e muita determinação para enfrentar e buscar soluções para os problemas do Estado e dos municípios”, disse Carvalho.

O então secretario, que vem desenvolvendo um excelente trabalho na área, mesmo sendo de um ramo totalmente oposto da politica, e ter trabalhado somente nos bastidores, afirmou que o governo busca saídas para essa crise financeira que Mato Grosso se encontra.  ”Hoje, o Governo faz o dever de casa, corta gastos, reduz o número de comissionados e contratados, renegocia contratos e impõe um regime de gestão austero e rigoroso no controle de despesas. Muitas das medidas determinadas pelo governador Mauro Mendes e sua equipe são impopulares, afetam interesses corporativos ou combatem privilégios inaceitáveis, mas são medidas necessárias”, disse o chefe da Casa Civil.

Mauro que está a frente dos trabalhos junto com o Governador, Mendes, afirmou ainda que o Estado está reconquistando a credibilidade e o respeito. ”O Estado perdeu algo que é muito difícil de conquistar e que nos trouxe prejuízo em todas as áreas: perdemos a credibilidade e o respeito. Perdemos a credibilidade com os servidores, com os empresários, com o setor produtivo, com a população e também com os nossos prefeitos e vereadores.”

Sobre as áreas que devem receber atenção, segundo o secretario, são, ao todo assuntos a ser debatidos. ”Do transporte escolar ao atendimento à saúde, passando pela segurança, educação, infraestrutura, não são poucos os temas a serem debatidos e as soluções a serem conquistadas.” Concluiu

Confira o discurso na integra: 

Na condição de secretário-chefe da Casa Civil e em nome de todo secretariado do Governo Mauro Mendes quero dar as boas-vindas a todos aqui presentes, em especial aos prefeitos, vereadores e secretários municipais. Esse encontro marca o início da construção de soluções para graves problemas e as inúmeras demandas municipais. Do transporte escolar ao atendimento à saúde, passando pela segurança, educação, infraestrutura, não são poucos os temas a serem debatidos e as soluções a serem conquistadas. Porém, não esperem desse governo, porque não é perfil do governador Mauro Mendes, promessas fáceis que com certeza não serão cumpridas. Vamos fazer política sim, mas não politicagem.

Os nossos prefeitos podem contar, por parte do governo, com a responsabilidade pública em suas atitudes e com franqueza, transparência e muita determinação para enfrentar e buscar soluções para os problemas do Estado e dos municípios.

Nossa bancada de parlamentares tem sido importantíssima neste momento de tantas decisões que tomamos. Sem a ajuda dos parlamentares a efetiva participação da nossa bancada no aconselhamento e orientação seria impossível retomar nosso caminho de desenvolvimento sustentável. Agradeço muito ao presidente Botelho e ao nosso líder de Governo, Dilmar Dal Bosco.

O poder público tem que contemplar a coletividade, suas regras são monitoradas pelos órgãos de controle e fiscalização e nossa conduta tem que ser ainda mais clara e transparente. O governador Mauro Mendes vai mostrar a realidade das nossas contas em sua apresentação daqui a pouco. O Estado de Mato Grosso passa por um dos momentos mais difíceis da sua história. Resgatar a capacidade de investimento do Estado, manter os serviços públicos funcionando com um mínimo de decência, cumprir com suas obrigações patronais são os desafios deste momento.

Conquistar tudo isso depende de um rigoroso ajuste fiscal e financeiro. Também de muita coragem para fazer os enfrentamentos necessários. Ao governo Mauro Mendes e a sua equipe não faltam coragem e nem determinação. Nós estamos arrumando a casa. De novo, governador Mauro Mendes, nós, junto com a sua equipe e todo povo mato-grossense, estamos arrumando a casa.

Todos sabem que herdamos um Estado incapaz de cumprir com eficiência suas obrigações, um Estado afogado por um custeio avassalador, um Estado que deve aos seus servidores, aos seus fornecedores e aos prestadores de serviços. As nossas perdas nas últimas gestões não foram só econômicas e financeiras. Não foi só o caixa do Estado e os serviços públicos, principalmente a saúde e educação, que sofreram perdas.

O Estado perdeu algo que é muito difícil de conquistar e que nos trouxe prejuízo em todas as áreas: perdemos a credibilidade e o respeito. Perdemos a credibilidade com os servidores, com os empresários, com o setor produtivo, com a população e também com os nossos prefeitos e vereadores.

Durante toda a campanha ouvimos do governador Mauro Mendes e dos prefeitos um discurso muito parecido, o que prova que era um discurso verdadeiro. Todos reclamavam que o governo prometia mundos e fundos, mas não cumpria nem o básico. Reclamavam que saiam do Palácio Paiaguás cheios de esperança, com a promessa de ter os problemas resolvidos e voltavam com essa esperança para os seus municípios. Passavam essa esperança aos seus apoiadores, aos vereadores, às lideranças de bairro, à população e nada acontecia. E a história se repetia de novo, de novo e de novo. E com isso perdia-se não só a esperança, mas a credibilidade.

Mas eu pergunto aos prefeitos que estão aqui hoje, por que acreditar que agora será diferente? Porque este Governo já tem feito diferente e tem mostrado que tem feito diferente. Mostramos, sob a liderança do governador Mauro Mendes que as palavras são sim importantes, mas não mais importantes que as ações, que a atitude, que é o exemplo que ele tem dado a todos os mato-grossenses.

Hoje o governo faz o dever de casa, corta gastos, reduz o número de comissionados e contratados, renegocia contratos e impõe um regime de gestão austero e rigoroso no controle de despesas. Muitas das medidas determinadas pelo governador Mauro Mendes e sua equipe são impopulares, afetam interesses corporativos ou combatem privilégios inaceitáveis, mas são medidas necessárias, sem as quais não existe a possibilidade do equilíbrio fiscal e financeiro.

Mas graças a essas medidas já estamos enxergando uma luz no fundo do túnel. Mato Grosso, podem ter certeza, vai melhorar muito. Estamos prontos, senhores prefeitos, para dar início juntos a essa caminhada em defesa de Mato Grosso. A equipe da Casa Civil e de todas as secretarias estão prontas para esse processo de construção de soluções para as demandas das nossas cidades. Deus abençoe o nosso encontro e a oportunidade de estarmos aqui hoje reunidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *