Bolsonaro cancela compromisso em Israel e antecipa retorno a Brasília. Confira outras informações na coluna JPM

RETORNO ANTECIPADO

Segundo informações do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro cancelou seu último compromisso em Israel. Ele visitaria na quarta-feira Raanana, uma comunidade brasileira a cerca de 80 km de Jerusalém, mas, por questões de segurança e logística, o evento foi cancelado. “Por questões logísticas estamos trazendo cerca de 25 brasileiros que moram naquela comunidade com a finalidade do presidente estreitar os laços e ao mesmo tempo antecipar nosso retorno amanhã visto que no dia seguinte ele tem agendado uma série de encontros com parlamentares visando nosso objetivo principal, que é o andamento mais célere da reforma da Previdência”, explicou o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros,

MAIS DIÁLOGO

O presidente Jair Bolsonaro sinalizou que está aberto ao diálogo com os parlamentares. “Vou deixar pelo menos meio-dia da minha agenda no Brasil para atender deputados e senadores.  O que eu apresentei para o Parlamento com a reforma da Previdência não é um projeto meu, é do Brasil” argumentou.O presidente disse compreender as manifestações dos parlamentares sobre eventuais alterações na proposta da reforma, relacionadas ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e à aposentadoria rural.
BOM DE PONTARIA
“Foco no alvo”. Esta é a manchete de uma página interna do jornal Yedioth Ahronoth, um dos mais importantes de Israel. A foto que ilustra a matéria é do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, durante a visita que fez na segunda-feira (1º) à unidade de contraterrorismo da polícia israelense, em Jerusalém.”Presidente do Brasil visita campo de tiro de unidade contraterrorista e demonstra grande pontaria”, afirma o jornal. Segundo o texto, Bolsonaro acertou todos os sete tiros que deu no alvo.

PEDIDO DO MPF

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) pedindo a restauração da prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de outros seis denunciados por crimes ligados a contratos de Angra 3, usina da Eletronuclear em construção

CORRUPÇÃO

A Delegacia de Roubos e Furtos da Polícia Civil fluminense e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ)  fazem hoje (2) uma operação contra esquema de corrupção na Secretaria Estadual de Fazenda. A ação, que conta com o apoio da própria Secretaria, resultou na prisão de Jorge Cerqueira de Andrade, Cláudio França Rocha e Alexandro Santiago Oliveira. Contra eles, haviam mandados de prisão pelo crime de organização criminosa.

PREOCUPAÇÃO DA OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)  pediu ao  Supremo Tribunal Federal (STF)  para adiar o julgamento de prisão em segunda instância, marcado para acontecer na próxima semana, dia 10 de abril.O tema pode ter impacto sobre a situação de milhares de presos pelo país, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, detido desde 7 de abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal no Paraná, após condenação por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP).O pedido de adiamento da OAB será analisado pelo presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, e a motivação da petição não foi divulgada.

 

NÚMEROS DA LAVA JATO

O número de laudos entregues pelos peritos criminais federais que atuam nas investigações da Operação Lava Jato já ultrapassa a marca de 1.750. Os dados levam em consideração o período de março de 2014 a março de 2019, mês em que a operação completou 5 anos de atuação.A perícia criminal federal é a carreira da Polícia Federal (PF) incumbida de fazer análises científicas nos vestígios deixados em cenas de crimes e também em materiais apreendidos.Os laudos da Lava Jato foram produzidos com base nos materiais coletados nas buscas e apreensões e também nas informações levantadas no âmbito de delações premiadas.

AGU REFORÇADA

De acordo com informações  do órgão, a Advocacia-Geral da União (AGU) vai ampliar o Grupo Permanente de Atuação Proativa, equipe de combate à corrupção e recuperação de ativos.Portaria publicada na última sexta-feira, dia 29 de março, determina que a Procuradoria-Geral da União (PGU) e a Consultoria-Geral da União divulguem, no prazo de dez dias, edital para seleção de até 60 advogados da União, atualmente lotados em órgãos da Consultoria-Geral da União, para reforçar o elenco.Com isso, o grupo, que conta atualmente com 100 integrantes, poderá contar com até 160 advogados da União.

SERÀ?

O Governo Bolsonaro deverá decidir sobre o fim do horário de verão na próxima semana.Segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, os estudos sobre os prós e contras do fim do horário, pedidos pelo presidente Jair Bolsonaro, já estão quase prontos.Bento Albuquerque afirmou que a avaliação não será baseada apenas pela economia, mas admitiu que os ganhos econômicos com o horário são poucos.

É MUITA CORRUPÇÃO

O engenheiro Paulo Vieira de Souza, mais conhecido como Paulo Preto, admitiu à Receita Federal ser dono de quatro contas na Suíça com saldo de 35 milhões de francos suíços, o equivalente a R$ 137,4 milhões, publicou a Folha de S.Paulo nesta terça-feira (2). O ex-diretor da Dersa, empresa de infraestrutura viária do governo paulista, é apontado como operador de propina para o PSDB e está preso pela terceira vez.Ele já foi condenado a 145 anos de prisão, é investigado pela operação Lava Jato e foi citado em oito delações.

 

CNI INFORMA

A pesquisa Indicadores Industriais, divulgada nesta terça-feira, 2, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que a atividade industrial inicia o ano em leve recuperação. Segundo o levantamento, as horas trabalhadas na produção tiveram alta de 1,6% em fevereiro em comparação com janeiro, o que representou o quarto aumento consecutivo. O resultado das horas trabalhadas da produção em fevereiro é 3% superior ao registrado em fevereiro de 2018.O faturamento real também subiu 1,6% ante janeiro, na série livre de influências sazonais. Em comparação com fevereiro do ano passado, o faturamento, no entanto, ainda apresenta queda de 1,2%.

INFLAÇÃO

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) cresceu em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na passagem de fevereiro para março. A maior alta foi observada em Porto Alegre: 0,87 ponto percentual, ao subir de 0,02% em fevereiro para 0,89% em março.Também tiveram alta o Rio de Janeiro (0,47 ponto percentual, ao passar de 0,36% para 0,83%), Salvador (0,43 ponto percentual, foi de 0,21% para 0,64%), Brasília (0,34 ponto percentual, indo de 0,13% para 0,47%), Recife (0,18 ponto percentual, ao passar de 0,53% para 0,71%) e São Paulo (0,03 ponto percentual: de 0,53% para 0,56%).

FRASE DO DIA

“Temos a elevada expectativa de que nos próximos meses o Parlamento brasileiro aprove a nova Previdência, e na sua esteira a reforma tributária“, disse  o vice-presidente Hamilton Mourão , nesta terça-feira (2)durante cerimônia de abertura da feira internacional de segurança e defesa Laad.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *