Polícia Civil apresenta Anuário de atendimentos na Delegacia da Mulher

Assessoria | PJC-MT

O segundo Anuário Estatístico da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá referente ao pronto-atendimento de 3.054 vítimas femininas de violência doméstica e familiar, do ano de 2018, será apresentado na segunda-feira (01.04) pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, no auditório da Diretoria Geral, na Avenida Coronel Escolástico, bairro Bandeirantes, em Cuiabá, às 14 horas.

O documento, a exemplo do primeiro anuário de 2017, traça análise dos atendimentos de mulheres, que buscaram ajuda ou até mesmo uma orientação na Delegacia da Mulher, após sofrerem algum tipo de violência.

O Anuário compreende levantamentos de dados das ocorrências quanto aos dias da semana com maiores índices de registros, horário dos fatos de maior incidência, bairros contendo maior número de registros e outras informações quanto às vítimas que procuraram a Delegacia, como a idade, cor declarada, profissão, números de filhos da união com o autor, vínculo com o autor no momento do registro e outras peculiaridades.

O Anuário também traçou o perfil do autor da violência, a partir das declarações da vítima no momento do pronto atendimento.

A delegada titular da Dedm Cuiabá, Jozirlethe Magalhães Criveletto, frisa que o documento é muito importante porque é uma referência para o conhecimento sobre vítimas atendidas na Capital. Também mostra a seriedade e compromisso sobre o trabalho da Delegacia e a efetividade das políticas de segurança em torno do enfrentamento da violência contra a mulher em Cuiabá.

“O Anuário 2019 é mais uma demonstração da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, de que estamos comprometidos com a causa da mulher, com a sociedade cuiabana apresentando  importantes dados, capazes de nortear ações e tomadas de decisões por parte dos nossos gestores”, disse a delegada. Jozirlethe Magalhães Criveletto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *