Órgãos de segurança destacam a importância do videomonitoramento em Comodoro

As câmeras de videomonitoramento instaladas em Comodoro têm ajudado a Polícia Civil e Militar em seus trabalhos. O Delegado da Polícia Civil Gilson Carmo e o Major da Polícia Militar/ 2ª Companhia Independente de Polícia Militar Deivyt de Oliveira Tomé falaram ao Jornal O Diário nesta quarta-feira, 27 de março, sobre a importância dessa tecnologia na Segurança Pública do município.

Projeto encabeçado pela Prefeitura Municipal de Comodoro, “Comodoro + Segura” em dois anos ampliou de seis câmeras para 36, todas em pleno funcionamento e com qualidade de imagem, colocadas em pontos estratégicos que incluem: a Avenida Valdir Masutti, Praças, Bancos, Lotérica, Rotatória (BR 174 e 364), dentre outros. As imagens são acompanhadas em tempo real das Centrais de Monitoramento instaladas nas polícias Civil e Militar.

“Hoje podemos dizer que não tem como entrar e sair da cidade sem ser filmado”, afirmou o Major da Polícia Militar/ 2ª Companhia Independente de Polícia Militar, Deivyt de Oliveira Tomé.

De acordo com o Major da PM Tomé, neste ano no município a Polícia Militar desarticulou 08 pontos de vendas de entorpecentes, o chamado “Trafico Doméstico”, findando com 19 prisões e nos casos de furtos a residência todos foram solucionados e suspeitos presos. “Nessas e outras ações o monitoramento por meio das câmeras tem sido fundamental”, salientou o Major.

Para o Delegado da Polícia Civil de Comodoro, Gilson Carmo, o sistema de monitoramento é de extrema importância para os trabalhos investigativos da Polícia e sociedade, em geral. “Acompanhamos tudo em tempo real e quando necessário solicitamos imagens que ficam armazenadas no servidor”, explicou o Delegado.

Entre os casos em que tecnologia somou na elucidação de crime, o Delegado destacou um roubo de caminhão ocorrido na BR 174, em que o motorista foi mantido em cativeiro e o veículo trazido a Comodoro. “Ao tomarmos ciência do caso buscamos imagens e localizamos o veículo, onde se identificou três indivíduos que foram presos com o restante da quadrilha”.

A colaboração do videomonitoramento também ocorreu na apreensão de 432,8 quilos de cocaína e prisão de 04 pessoas, realizada na última semana (terça-feira, 19). Segundo o Major, nesta operação conjunta com Polícia Federal, Grupo Especial de Fronteira (Gefron), as câmeras capturaram o momento em que os suspeitos atravessaram a BR 174 sentido Guaporé. “O que antes eram seis câmeras operando precariamente, hoje, são 36 é a tecnologia vindo para somar”, pontuou o Major.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *