MORO: Enquanto eu for ministro, esforços anticorrupção não serão perdidos. Confira outras informações na coluna JPM

POSIÇÃO FIRME

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, garantiu que, enquanto estiver no cargo, o governo não permitirá retrocessos nos avanços contra a corrupção no País. Defendendo a tramitação do projeto anticrime que apresentou ao Congresso, enquanto o Legislativo também discute a reforma da Previdência, Moro declarou também que o combate à criminalidade vai gerar ganhos para a economia no País.“Não vai ser no meu turno como ministro que nós vamos deixar esses esforços anticorrupção serem perdidos”, disse Moro durante o evento “Estadão Discute Corrupção”, realizado na sede do jornal O Estado de S.Paulo em parceria com o Centro de Debate de Políticas Públicas (CDPP) para discutir as operações Lava Jato e Mãos Limpas.

PACOTE

Nesta segunda-feira (1), a senadora Simone Tebet (MDB-MS),  garantiu que o pacote de leis anticrime encaminhado ao Congresso pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, já teve seus relatores definidos na CCJ do Senado, anunciou a presidente da comissão.

CRITICA JURÍDICA

O procurador l, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol criticou hoje a  decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de transferir da Justiça Federal para a Justiça Eleitoral a competência de julgar casos correlatos a crimes eleitorais.“Esta decisão não gera anulação dos casos da noite para o dia, mas ela inocula um vírus que pode levar ao adoecimento ou morte destes casos. Não da noite para o dia, mas daqui a 15, 20 anos”, afirmou.

 

CAMPANHA

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lança uma campanha na internet para combater as notícias falsas (fake news), com a hashtag #FakeNewsPerigoReal, depois de o Poder Judiciário ser alvo, nos últimos meses, por uma série de críticas incluindo informações falsas disseminadas pelas redes sociais.O tema tem suscitado incômodo no presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, que, no mês passado,  determinou a abertura de um inquérito, a ser conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes, para apurar ameaças e a disseminação de informações falsas sobre a Corte.

OPINIÃO PETISTA

O governador da Bahia, Rui Costa(PT),  está defende a aprovação da reforma da Previdência proposta pelo governo Jair Bolsonaro com apenas quatro alterações. A posição contraria decisões do partido, que é radicalmente contra todo o texto. Não é a primeira vez que ele contraria o PT. Já criticou o boicote do partido à posse de Bolsonaro e defende uma trégua da oposição no início de mandato, entre outras “rebeldias” pontuais.

BARROSO

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso afirmou nesta segunda-feira (1º) que ninguém assume culpa no Brasil e todo mundo diz que é perseguido pela Justiça.“O arrependimento sincero é o pressuposto da salvação. Eles não se arrependem. O sujeito é fotografado, filmado e diz que está sendo perseguido”, afirmou Barroso

 

 

ECONOMIA

A Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia divulga dados da balança comercial de março de 2019. O anúncio será realizado pelo secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz.

MAIS REAJUSTE

O preço dos remédios vendidos no País pode aumentar até 4,33% a partir desta segunda-feira (1º). O valor, definido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, ficou acima da inflação de 2018, que fechou o ano em 3,75%.De acordo com o Ministério da Saúde, o percentual é o teto permitido de reajuste. Cada empresa pode decidir se vai aplicar o índice total ou menor. Os valores valem para os medicamentos vendidos com receita.

FRASE DO DIA

“É direito deles reclamar”, disse o presidente Jair Bolsonaro  ao analisar  hoje (1ª) as reações de palestinos sobre a abertura de um escritório de negócios do Brasil em Jerusalém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *