Ser pansexual: o que isso quer dizer?

Em uma entrevista à Vanity Fair em outubro, Miley Cyrus declarou: “Toda a minha vida, eu nunca entendi o meu próprio gênero, minha própria sexualidade. Eu sempre odiei a palavra “bissexual”,  porque isso me limita. Eu não vejo as pessoas dividas em homens e mulheres”. Mesmo a estrela americana sendo casada hoje com o ator Liam Hemsworth, ela se diz pansexual.

A definição teórica

As pessoas pansexuais serão atraídas fisicamente, sexualmente e afetivamente pelas pessoas sem levar em conta o seu sexo ou gênero. Esta orientação sexual coloca em vantagem a personalidade e não o sexo da pessoa.

Depois de alguns anos, Miley Cyrus, Héloïse Letissie – conhecida como Christine & The Queens – e até a cantora Coeur de Pirate declararam abertamente que são pansexuais.

Bissexuais, pansexuais? Qual a diferença?

Antes de tudo, voltemos às bases etimológicas. O prefixo “bi” significa “dois” enquanto o prefixo grego “pan”significa “tudo”. O termo bisexual pode então ser considerado teoricamente como redutor por alguns pois ele implica em um modelo binário, o clássico “homem ou mulher”. Enquanto o “tudo”é bem mais complexo.

Além disso, muitas pessoas bissexuais não se encaixam nesta definição pois ela pode ser vista como sexista ou transfóbica. Ainda, o desejo de uma pessoa por outra não tem uma definição. Ao contrário, o termo “pansexual” inclui todos os gêneros e todos os sexos: homem, mulher, transgênero, intersexo…

Além disso, fala-se também de “omnisexualidade”. O prefixo latino “omni” que também significa “tudo”. Todos estes termos devem ser usado com compreensão, mente aberta e tolerância. As definições de orientação sexual são numerosas e é importante encontrar uma que nos convém ou de escolher não se definir.

Por: Gabriela Raposo – Oh my mag

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *