Delegado Geral da PJC participa de reuniões em Brasília

Assessoria | PJC-MT

Várias  visitas a parlamentares em Brasília, no Distrito Federal,  foram realizadas na última semana pelo delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, e o diretor de Inteligência, Juliano Silva de Carvalho, com vistas à obtenção de recursos federais, por meio de emendas e convênios.

A viagem também tratou de assuntos institucionais que estão sendo discutidos no cenário nacional, como a nova padronização das policiais civis do Brasil, que foi um dos temas da pauta do encontro dos Chefes de Polícia dos Estados brasileiros.

Os delegados da Polícia Civil de Mato Grosso participaram de reuniões conjuntas com os demais chefes de polícias e também trataram de temas individuais junto a senadores e deputados federais.

A Reforma da Previdência e a Lei Geral da Polícia Civil foram temas coletivos abordados com o Presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Rodrigo Maia e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

O delegado geral e o diretor de inteligência conversaram com os senadores de Mato Grosso, Selma Arruda, Jaime Campos e Wellington Fagundes, e os deputados federais Nelson Barbudo, Emanuelzinho, Dr. Leonardo,  Juarez Costa, entre outros parlamentares da Câmara Federal e do Senado. “Tratamos  com todos eles de investimentos, crise econômina e captação de recursos com as respectivas equipes dos.gabinetes que administram as emendas”, pontuou  Mário de Resende.

Com a senadora Selma Arruda  foram abordados sobre investimentos à Polícia Civil e, entre outros pontos, sugestões da instituição ao pacote de medidas anti-crime do Ministro Sérgio Moro.  “A Dra Selma tem larga experiência no combate ao crime organizado e toda ciência das dificuldades que a Polícia Civil tem enfrentado nos últimos anos, e por ter esse conhecimento será uma grande parceira da nossa instituição, tanto na investigação quanto na infraestruturação. A Polícia Civil contará com os préstimos dela, agora como senadora, tal qual  sempre contou quando era juíza”, disse o delegado geral.

As visitas ainda foram estendidas na Secretaria de Nacional de Segurança Pública e a Embaixada da França, em Brasília, que recentemente ofertou um curso de repressão à lavagem de dinheiro no combate ao tráfico de drogas, ocorrido em Cuiabá.

“Essas visitas tanto no Congresso Nacional, tanto o Senado quanto a Câmara Federal, acabaram rendendo bons frutos para a Polícia Civil de Mato Grosso”, concluiu o delegado geral, Mário Resende.

CONCPC

No Ministério da Justiça e Segurança Pública, em reunião na terça-feira (19), os delegados que comandam as Polícias Civis do Brasil trataram de assuntos estratégicos e relativos à segurança pública nacional. Em especial, os temas da Lei Geral das Polícias Civis, identidade visual e reforma da previdência.

Os chefes de polícia também estiveram, na quarta-feira (20), na sede da Polícia Civil do Distrito Federal, tratando sobre a eleição da próxima diretoria, prevista para a  reunião de abril. Ainda não pauta foi discutida atuais demandas das Polícias Civis, as principais preocupações e os encaminhamentos quanto à adoção da identidade visual.

Com informações do CONCPC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *