Consultório odontológico do Pedra 90 realiza mais de 3,5 mil atendimentos às pessoas em situação de rua

O consultório odontológico da Policlínica do Pedra 90, que oferta acolhimento de urgência e emergência à todos os públicos, já realizou 3.522 procedimentos à pessoas em situação de rua, desde que foi reformado e reaberto em dezembro de 2017, na gestão do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Ao todo, a unidade que se tornou referência para os pacientes contemplados pelo Programa “Consultório na Rua”, da Secretaria Municipal de Saúde, realizou 244 atendimentos de urgência e emergência, 998 tratamentos que dentre outros procedimentos, incluem obturação, canal a restauração, 2.168 limpezas, aplicação de flúor, orientação sobre higiene e distribuição de kits bucal (creme, escova e fio dental) e ainda 79 confecções de próteses completas.

O prefeito Emanuel Pinheiro lembrou que mais um compromisso de campanha foi cumprido durante a gestão. “Me comprometi a cuidar de toda a população cuiabana, mas cuidar da população em situação de rua é uma promessa que fiz para minha mãe. Ela me pediu que cuidasse das pessoas que vivem em vulnerabilidade e risco social, com o mesmo amor e carinho que ela dedicou a mim e aos meus irmãos. Devolvemos para essas pessoas que dependem exclusivamente do poder público, a dignidade de voltarem a sorrir por meio do atendimento humanizado que ela merecem”, afirmou o prefeito.

Tratamento integral e humanizado

A assistente social Vera Lúcia Ferreira da Silva, que é responsável pelas ações do “Consultório na Rua” desde 2015, explica que o olhar diferenciado do prefeito Emanuel Pinheiro diminuiu a resistência dos pacientes para receber os acolhimentos do Consultório.

“A autoestima destes pacientes geralmente estão prejudicadas, especialmente porque muitos deles já não possuem os dentes, ou os que têm estão extremamente danificados. E mesmo que na abordagem ofertássemos o atendimento odontológico, eles não aceitavam porque eram submetidos às urgências e emergências e a exposição com os demais públicos gerava fuga. Entretanto, com o olhar diferenciado ofertado pelo prefeito, que além de referenciar um local específico para eles, inseriu um cirurgião dentista na equipe, a insegurança dos pacientes diminuiu e passaram a aceitar o tratamento”, frisou.

Ainda segundo Vera, toda a equipe multidisciplinar que compõe a unidade móvel, sendo eles um médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo, técnico bucal, técnico de enfermagem, redutor de danos e motorista acompanham os pacientes do início da abordagem ao término do tratamento. “Todo o amparo desde o psicológico ao medicamentoso é ofertado por nossa equipe. Isso proporciona um vínculo de confiança ainda maior e, em muitos casos, após o resultado final do tratamento, faz com que a pessoa aceite a ajuda dos outros serviços oferecidos pelo Município no intuito de se reinserir na sociedade. Para todos nós que compomos essa gestão que busca acolhimentos cada vez mais humanizados, não há satisfação maior que essa”, finalizou.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *