Como era de se esperar, coube ao vice-governador e presidente do Partido Social Democrático em Mato Grosso (PSD-MT), Carlos Fávaro, o papel de colocar panos quentes na relação entre o partido e o governo Pedro Taques. Fávaro afirmou que a sigla sempre apoiou a gestão e ‘assim continuará‘.
‘Não há e nunca houve briga por cargos entre Governo e PSD, é bom que fique muito claro. O PSD quer respeito, reconhecimento e espaço para contribuir com o governo Pedro Taques, principalmente nesse momento de crise’. 

Por: Jornal A GAZETA

Powered by WP Bannerize

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados*

"Os comentários não representam a opinião do site GPSnotícias e são de responsabilidade do autor.
As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação."

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>